Esdras Capítulo 8

  1     2   3    4     5    6    7     8    9  10 

Esdras Capítulo 8 - (Ed)

  1. Estes são os cabeças das famílias, e esta é a genealogia daqueles que subiram comigo de Babilônia, no reinado do rei Artaxerxes.
  2. Dos filhos de Finéias, Gérsom; dos filhos de Itamar, Daniel; dos filhos de Davi, Hatus;
  3. dos filhos de Secanias, dos filhos de Parós, Zacarias, e com ele cento e cinqüenta homens registrados nas genealogias.
  4. Dos filhos de Paate-Moabe, Elieoenai, filho de Zeraías, e com ele duzentos homens.
  5. Dos filhos de Secanias, o filho de Jaaziel, e com ele trezentos homens.
  6. Dos filhos de Adim, Ebede, filho de Jônatas, e com ele cinqüenta homens.
  7. Dos filhos de Elão, Jesaías, filho de Atalias, e com ele setenta homens.
  8. Dos filhos de Sefatias, Zebadias, filho de Micael, e com ele oitenta homens.
  9. Dos filhos de Joabe, Obadias, filho de Jeiel, e com ele duzentos e dezoito homens.
  10. Dos filhos de Selomite, o filho de Josifias, e com ele cento e sessenta homens.
  11. Dos filhos de Bebai, Zacarias, filho de Bebai, e com ele vinte e oito homens.
  12. Dos filhos de Azgade, Joanã, filho de Hacatã, e com ele cento e dez homens.
  13. Dos filhos de Adonicão, que eram os últimos, eis os seus nomes: Elifelete, Jeuel e Semaías, e com eles sessenta homens.
  14. E dos filhos de Bigvai, Utai e Zabude, e com eles setenta homens.
  15. para o rio que corre para Aava; e ali ficamos acampados três dias. Atentei para o povo e para os sacerdotes, e não achei ali nenhum dos filhos de Levi.
  16. Então mandei chamar a Eliezer, Ariel, Semaías, Elnatã, Jaribe, Elnatã, Natã, Zacarias e Mesulão, homens principais; também a Joiaribe e a Elnatã, que eram mestres.
  17. Eu os enviei a Ido, chefe em Casifia; e lhes pus na boca as palavras que haviam de dizer a Ido e aos Netinins, seus irmãos, em Casifia, para nos trazerem ministros para a casa do nosso Deus.
  18. Segundo a boa mão do nosso Deus sobre nós eles nos trouxeram um homem discreto dos filhos de Mali, filho de Levi, filho de Israel; e a Serebias com seus filhos e seus irmãos, dezoito;
  19. e a Hasabias, e com ele Jesaías dos filhos de Merari, seus irmãos e os filhos destes, vinte;
  20. e dos Netinins, que Davi e os príncipes tinham dado para o serviço dos levitas, duzentos e vinte: todos eles mencionados por nome.
  21. Publiquei um jejum ali junto ao rio Aava, para nos humilharmos diante do nosso Deus, a fim de lhe pedirmos um caminho feliz para nós, para nossos pequeninos, e para toda a nossa fazenda.
  22. Pois tive vergonha de pedir ao rei uma escolta de soldados, e cavaleiros, para nos defenderem do inimigo pelo caminho, porque tínhamos dito ao rei: A mão do nosso Deus está sobre todos os que o buscam, para o bem deles; mas o seu poder e a sua ira contra todos os que o abandonam.
  23. Jejuamos e suplicamos ao nosso Deus por isso: e ele aceitou as nossas súplicas.
  24. Separei doze dos principais dos sacerdotes, a saber, Serebias, Hasabias e com eles dez de seus irmãos.
  25. Pesei-lhes a prata e o ouro e os vasos, isto é, a oferta para a casa do nosso Deus, que haviam oferecido o rei, os seus conselheiros e os seus príncipes, e todo o Israel que se achou ali:
  26. sim entreguei-lhes nas mãos seiscentos e cinqüenta talentos de prata, e vasos de prata no valor de cem talentos; cem talentos de ouro,
  27. e vinte taças de ouro no valor de mil dáricos; e dois vasos de bronze mui claro e brilhante, tão precioso como ouro.
  28. Eu lhes disse: Vós sois santos a Jeová, e os vasos são santos; e a prata e o ouro são ofertas voluntárias a Jeová, Deus de vossos pais.
  29. Vigiai e guardai-os até que os peseis na presença dos principais dos sacerdotes e dos levitas, e dos cabeças das famílias de Israel, em Jerusalém, nas câmaras da casa de Jeová.
  30. Receberam os sacerdotes e os levitas o peso da prata e do ouro, e os vasos, para os levarem a Jerusalém, à casa do nosso Deus.
  31. Partimos do rio Aava no duodécimo dia do primeiro mês, a fim de irmos para Jerusalém; a mão do nosso Deus esteve sobre nós, e ele nos livrou da mão do inimigo e dos que nos armavam ciladas pelo caminho.
  32. Chegamos a Jerusalém, e repousamos ali três dias.
  33. No quarto dia, pesados a prata, o ouro e os vasos na casa do nosso Deus, eles foram entregues a Meremote, filho do sacerdote Urias (e com ele estava Eleazar, filho de Finéias; e com eles estavam Jozabade, filho de Jesua, e Noadias, filho de Binui, levitas),
  34. tudo por conta e por peso; e todo o peso foi escrito nesse tempo.
  35. Os filhos do cativeiro que tinham voltado do exílio, ofereceram holocaustos ao Deus de Israel, doze novilhos por todo o Israel, noventa e seis carneiros, e setenta e sete cordeiros, doze bodes como oferta pelo pecado: tudo isto em holocaustos a Jeová.
  36. Entregaram os editos do rei, aos sátrapas do rei, e aos governadores além do Rio; e estes ajudaram o povo e a casa de Deus.

<<Anterior  <<                                                                                                                   >>  Próximo >>

Publicidade



Biblia Online Esdras Capítulo 8
Esdras Capítulo 8

Características de:

Esdras Capítulo 8

  • Esdras: em Hebraico significa:"Aquele Que Socorre". O regresso dos judeus de seu cativeiro em Babilônia, a reconstrução do templo, e a inauguração de reformas sociais e religiosas. O lugar e o poder da Palavra de Deus, na vida espiritual, social e civil de Seu povo. “A Palavra do Senhor”.
  • Escrito por: Desconhecido, mas é bem provável que tenha sido escrito pelo próprio Esdras,  no período aproximado entre 450 - 421 a.C. ou algo bem próximo de 446 a.C.
  • Personagens: Ageu, Esdras, Zacarias e Zorobabel.
  • Local do Acontecimentos: Continuidade do livro de 2 Crônicas, e os acontecimento ocorrem no período entre o decreto do rei Ciro até o retorno e as reformas de Esdras próximo de 455 a.C.
  •  Pontos Principais: Esdras tem como objetivo registrar os momentos e as formas de como o povo conseguiu através das providências de Deus e a sua fidelidade, reconstruir as suas vidas após o cativeiro na Babilônia.
  • Curiosidade: O livro de Esdras pode ser dividido em duas partes, sendo a primeira após o decreto do rei Ciro, que através de Zorobabel (um descendente de Davi) constrói o templo (a construção durou 20 anos). o segundo momento é onde Esdras conduzido a levar o povo na busca do avivamento espiritual, arrependimento e o culto a Deus (isso foi 60 anos após a construção do templo).

Em breve mais informações de Esdras capítulo 8:

Publicidade