Ezequiel Capítulo 32

  1     2   3    4     5    6    7     8    9  10   11   12  13   14  15 

16  17   18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45 

46 47  48 

Ezequiel Capítulo 32 - (Ez)

  1. No ano duodécimo, no mês duodécimo, ao primeiro dia do mês, veio a mim a palavra de Jeová, dizendo:
  2. Filho do homem, faze uma lamentação sobre Faraó, rei do Egito, e dize-lhe: Foste assemelhado a um leão novo das nações, contudo tu és como um dragão nos mares: pulavas nos teus rios, e turbavas com os pés as águas, e sujavas os teus rios.
  3. Assim diz o Senhor Jeová: Estenderei sobre ti a minha rede por meio duma companhia de muitos povos; e eles te tirarão na minha rede.
  4. Arrojar-te-ei em terra, e te lançarei sobre a face do campo, e farei pousar sobre ti todas as aves do céu, e fartarei de ti os animais de toda a terra.
  5. Porei as tuas carnes sobre os montes, e encherei os vales da tua altura.
  6. Com o teu sangue também regarei a terra onde nadas, até os montes; e as correntes se encherão de ti.
  7. Quando eu te extinguir, cobrirei os céus, e farei enegrecer as suas estrelas; encobrirei o sol com uma nuvem, e a lua não dará a sua luz.
  8. Farei enegrecer sobre ti todos os brilhantes luminares do céu, e trarei trevas sobre a tua terra, diz o Senhor Jeová.
  9. Também vexarei o coração de muitos povos, quando eu levar a efeito a tua destruição entre as nações, nos países que não tens conhecido.
  10. Farei que muitos povos fiquem pasmados de ti, e os seus reis serão sobremaneira amedrontados por causa de ti, quando eu brandir a minha espada diante deles; estremecerão cada momento, cada qual pela sua vida, no dia da tua queda.
  11. Pois assim diz o Senhor Jeová: A espada do rei de Babilônia virá sobre ti.
  12. Pelas espadas dos poderosos farei cair a tua multidão; terríveis dentre as nações são todos eles; despojarão a soberba do Egito, e toda a sua multidão será destruída.
  13. Do lado de muitas águas também destruirei todos os seus animais; nem os turbará mais o pé de homem, nem os turbarão unhas de animais.
  14. Então tornarei claras as suas águas, e farei correr os seus rios como azeite, diz o Senhor Jeová.
  15. Quando eu fizer a terra do Egito desolada e deserta e destituída daquilo de que estava cheia; quando eu ferir a todos os que nela habitarem, saberão que eu sou Jeová.
  16. Esta é a lamentação que se fará, que farão as filhas das nações sobre o Egito e sobre toda a sua multidão, diz o Senhor Jeová.
  17. Também no duodécimo ano, aos quinze dias do mês, veio a mim a palavra de Jeová, dizendo:
  18. Filho do homem, pranteia sobre a multidão do Egito, e precipita-o a ele e as filhas das nações formosas, às partes inferiores da terra, juntamente com os que descem à cova.
  19. A quem sobrepujas em formosura? desce e deita-te com os incircuncisos.
  20. No meio dos que são mortos à espada cairão; à espada está entregue: arrastai-o e todas as suas multidões.
  21. Do meio do Cheol os fortes entre os poderosos falarão dele com os que lhe dão socorro; já desceram, jazem quietos os incircuncisos, mortos à espada.
  22. está Assíria e toda a sua companhia. Os seus sepulcros estão ao redor dele; todos eles foram mortos, caíram à espada.
  23. Os seus sepulcros são postos nas extremidades da cova, e a sua companhia está em redor do seu sepulcro. Foram mortos, caíram à espada todos esses que causaram terror na terra dos viventes.
  24. Ali está Elão, e toda a sua multidão ao redor do seu sepulcro. Foram mortos, caíram à espada, desceram incircuncisos às partes inferiores da terra todos esses que causaram o seu terror na terra dos viventes, e levaram a sua vergonha juntamente com os que descem à cova.
  25. Puseram-lhe a cama no meio dos mortos com toda a sua multidão; os seus sepulcros estão ao redor dele. Todos esses incircuncisos foram mortos à espada; porque o seu terror se infundiu na terra dos viventes, e levaram a sua vergonha com os que descem à cova. Está posto no meio dos que foram mortos.
  26. Ali estão Meseque, Tubal e toda a sua multidão. Os seus sepulcros estão ao redor dele; todos esses incircuncisos foram mortos à espada; porque causaram o seu terror na terra dos viventes.
  27. Não estão com os poderosos que dentre os incircuncisos caíram, que com as suas armas de guerra desceram ao Cheol e puseram as suas espadas debaixo das suas cabeças, tendo as suas iniqüidades sobre os seus ossos; porque eram o terror dos poderosos na terra dos viventes.
  28. Mas tu serás quebrado no meio dos incircuncisos, e te deitarás com os que foram mortos à espada.
  29. Ali está Edom, os seus reis e todos os seus príncipes, que com o seu poder foram postos entre os que foram mortos à espada; deitar-se-ão com os incircuncisos e com os que descem à cova.
  30. Ali estão os príncipes do norte, todos eles, e todos os sidônios, que desceram com os mortos. Envergonhados estão pelo terror que o seu poder causava; jazem incircuncisos com os que foram mortos à espada, e levam a sua vergonha com os que descem à cova.
  31. Faraó os verá, e se consolará sobre toda a sua multidão; sim Faraó e todo o seu exército, mortos à espada, diz o Senhor Jeová.
  32. Pois pus o terror dele na terra dos viventes; e ele será posto no meio dos incircuncisos, com os que foram mortos à espada, sim Faraó e toda a sua multidão, diz o Senhor Jeová.

<<Anterior  <<                                                                                                                   >>  Próximo >>

Publicidade



Biblia Online Ezequiel Capítulo 32
Ezequiel Capítulo 32

Características de:

Ezequiel Capítulo 32

  • Ezequiel: (em hebraico: יְחֶזְקֵאל, transl. Y'khizqel, IPA[jəħ.ezˈqel]) significa:""A Força ou o Poder De Deus". 
  • Escrito por: Ezequiel o Profeta, no período aproximado entre 595 - 569 a.C.
  • Personagens: Ezequiel, Nabucodonosor, Esposa de Ezequiel e alguns lideres do povo israelita da época.
  • Local dos Acontecimentos: Na Babilônia, nas proximidades do rio Quedar, local este onde o povo de Judá (Judeus) foram levados como prisioneiros.
  • Pontos Principais: O livro de Ezequiel mostra historicamente os momentos em que Deus usa Ezequiel para falar com os Judeus afim de mantê-los firmes na fé em Deus e também para que possam entender que foi o através do pecado deles que a cidade de Jerusalém foi destruída.
  •  mas que saibam também que tudo isso que aconteceu foi da vontade de Deus mediante a sua Glória e Justiça e o que Deus deseja é restaurar este povo.
  • Curiosidade: Deus agiu fortemente na vida dos Judeus mesmo estes estando confiantes que a cidade de Jerusalém não seria destruída, mas devido a vontade permissiva de Deus vem a ocorrer a destruição total de Jerusalém o que causou muito desânimo no povo de Judá,
  • mas devido o AMOR de Deus ele usa o profeta Ezequiel e lhe dá uma visão (ossos adquirindo vida) para poder através dessa mensagem restaurar os Judeus e fazer com eles arrependam-se de seus pecados e voltem a ter comunhão com Deus.

Em breve mais informações de Ezequiel capítulo 32:

Publicidade