Gênesis Capítulo 37

  1     2   3    4     5    6    7     8    9  10   11   12  13   14  15 

16  17   18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45 

46 47  48  49  50

Gênesis Capítulo 37 - (Gn)

  1. Habitou Jacó na terra das peregrinações de seu pai, na terra de Canaã.
  2. Estas são as gerações de Jacó. José, tendo dezessete anos, estava com seus irmãos apascentando os rebanhos; sendo ainda mocinho, acompanhava os filhos de Bila e os de Zilpa, mulheres de seu pai, e trouxe más notícias a respeito deles a seu pai.
  3. Ora Israel amava mais a José do que a todos os seus filhos, porque era filho da sua velhice; e fez-lhe uma túnica talar com mangas compridas.
  4. Viram seus irmãos que seu pai o amava mais que a todos os seus irmãos; aborreciam-no e não lhe podiam falar pacificamente.
  5. José teve um sonho, que relatou a seus irmãos; e odiaram-no ainda mais.
  6. Pois lhes disse: Ouvi este sonho que eu tive:
  7. eis que nós estávamos atando feixes no campo, e levantava-se o meu feixe e ficava em pé; os vossos feixes o rodeavam e prostravam-se perante o meu feixe.
  8. Responderam-lhe seus irmãos: Virás de fato a reinar sobre nós? ou virás de fato a ter domínio sobre nós? Aborreciam-no ainda mais por causa dos seus sonhos e por causa das suas palavras.
  9. Teve outro sonho que relatou a seus irmãos, dizendo: Tive ainda outro sonho: eis que o sol, a lua e onze estrelas se prostraram perante mim.
  10. Quando o relatou a seu pai e a seus irmãos, repreendeu-o seu pai e disse- lhe: Que sonho é este que sonhaste? Viremos, porventura, eu, tua mãe e teus irmãos a prostrar-nos em terra perante ti?
  11. Seus irmãos lhe tinham inveja, mas seu pai guardava o caso no coração.
  12. Foram seus irmãos apascentar o rebanho de seu pai em Siquém.
  13. Perguntou Israel a José: Não apascentam teus irmãos o rebanho em Siquém? vem, enviar-te-ei a eles. Respondeu-lhe José: Eis-me aqui.
  14. Disse-lhe Israel: Vai, vê se vão bem teus irmãos, e o rebanho; e traze-me notícias. Assim o enviou ao vale de Hebrom, e ele foi a Siquém.
  15. E um homem encontrou a José, que andava errante pelo campo, e perguntou-lhe: Que procuras?
  16. Respondeu ele: Procuro meus irmãos; dize-me onde apascentam eles o rebanho?
  17. Disse o homem: Foram-se daqui, porque ouvi-lhes dizer: Vamos a Dotã. José, pois, seguiu atrás de seus irmãos e achou-os em Dotã.
  18. Eles viram-no de longe e, antes que chegasse a eles, conspiraram contra ele para o matar.
  19. Diziam um ao outro: Eis que vem o tal sonhador!
  20. Vinde, agora, matemo-lo e lancemo-lo numa das covas, e diremos: Uma besta fera o devorou; e veremos que será dos seus sonhos.
  21. Mas ouvindo-o Rúben, livrou-o das mãos deles; e disse: Não lhe tiremos a vida.
  22. Também lhes disse Rúben: Não derrameis sangue. Lançai-o nesta cova que está no deserto, porém não ponhais mão sobre ele; isto disse, para o livrar das mãos deles, a fim de o restituir a seu pai.
  23. Logo que chegou José a seus irmãos, despiram-no da túnica, da túnica talar com mangas compridas que ele trazia;
  24. e, tomando-o, lançaram-no na cova: ora a cova estava vazia, não havia água nela.
  25. Então se assentaram para comer. Levantando os olhos, olharam, e eis que uma caravana de ismaelitas vinha de Gileade, trazendo os seus camelos tragacanta, mastique e labdano, que iam levar ao Egito.
  26. Disse Judá a seus irmãos: De que nos aproveita matar a nosso irmão e encobrir o seu sangue?
  27. Vinde, vendamo-lo aos ismaelitas, e não seja a nossa mão sobre ele, porque ele é nosso irmão, nossa carne. E escutaram-no seus irmãos.
  28. Passando uns negociantes midianitas, tiraram e alçaram da cova a José, e venderam-no aos ismaelitas, por vinte moedas de prata; estes o levaram ao Egito.
  29. Tendo Rúben voltado à cova, eis que José não estava na cova; então rasgou os seus vestidos.
  30. Voltou a seus irmãos e disse: O moço não aparece; e eu para onde irei?
  31. Então tomaram a túnica de José, mataram um bode e tingiram a túnica no sangue.
  32. Enviaram a túnica talar com mangas compridas e fizeram levá-la a seu pai e disseram: Achamos esta túnica; vê se é a túnica de teu filho ou não.
  33. Ele a reconheceu e disse: É a túnica de meu filho; uma besta fera o devorou, sem dúvida José foi despedaçado.
  34. Rasgou Jacó os seus vestidos, pôs saco sobre os seus lombos e lamentou seu filho muitos dias.
  35. Levantaram-se todos os seus filhos e todas as suas filhas para o consolarem, mas ele não quis ser consolado; e disse: Pois com choro hei de descer para meu filho ao Sheol. Assim o chorou seu pai.
  36. Os midianitas venderam José no Egito a Potifar, oficial de Faraó, capitão da guarda.

<<Anterior  <<                                                                                                                   >>  Próximo >>

Publicidade



Biblia Online Gênesis Capítulo 37
Gênesis Capítulo 37

Características de:

Gênesis Capítulo 37

  • Gênesis: em Hebraico significa:"a origem, fonte, criação, ou começo dalguma coisa". "Este é o livro dos começos".
  • Escrito por: Moisés no período aproximado entre 1440 - 1400 a.C.
  • Curiosidade: Entre os capítulos 1 até 12, trata-se de um período no tempo não calculado, já nos demais capítulos podemos dizer que ocorreram entre o período de 2020 - 1800 a.C.

Em Breve mais informações de Gênesis Capítulo 37.

Publicidade