Isaías Capítulo 17

  1     2   3    4     5    6    7     8    9  10   11   12  13   14  15 

16  17   18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45 

46 47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60

61  62  63  64  65  66

Isaías Capítulo 17 - (Is)

  1. A sentença acerca de Damasco. Eis que Damasco está removida para não mais ser cidade, e se tornará um montão de ruínas.
  2. são as cidades de Aroer: hão de ser para os rebanhos, que aí se deitarão, e não haverá quem os espante.
  3. Também de Efraim, a fortaleza cessará, e de Damasco o reino; e os restantes da Síria serão como a glória dos filhos de Israel, diz Jeová dos exércitos.
  4. Naquele dia será atenuada a glória de Jacó, e a gordura da sua carne emagrecerá.
  5. Será como quando o ceifador ajunta a cana do trigo e o seu braço colhe as espigas; sim como quando alguém colhe espigas no vale de Refaim.
  6. Todavia ficarão nele uns rabiscos, como no varejar de uma oliveira, duas ou três azeitonas na ponta do ramo mais alto, quatro ou cinco nos ramos da árvore frutífera, diz Jeová, Deus de Israel.
  7. Naquele dia olhará o homem para o seu Criador, e os seus olhos atentarão para o Santo de Israel.
  8. Não olhará para os altares, obra das suas mãos, nem atentará para o que os seus dedos fizeram, para os aserins e para as imagens do sol.
  9. Naquele dia as suas cidades fortificadas serão como os lugares abandonados nos bosques e no cume dos montes, abandonados à vista dos filhos de Israel: haverá uma desolação.
  10. Porque te esqueceste do Deus da tua salvação, e não te lembraste da rocha da tua fortaleza; por isso fazes plantações deleitosas, e pões nela sarmentos de uma vide estranha.
  11. No dia em que a plantares, fazes uma sebe ao redor e pela manhã fazes que a tua semente floresça: desvanece, porém, a ceifa no dia da enfermidade e das dores mortais.
  12. Ai do bramido de muitos povos, que bramem como o bramido dos mares; e do rugido das nações que rugem como o rugido de grandes águas!
  13. As nações rugirão como o rugido de grandes águas. Mas Deus as repreenderá, de maneira que fugirão para longe, e serão afugentadas como a palha dos montes diante do vento, e como o que é levado num redemoinho diante da tempestade.
  14. No tempo da tarde, eis o terror; e antes de amanhecer o dia, já não existe. Este é o quinhão daqueles que nos despojam e a sorte dos que nos saqueiam.

<<Anterior  <<                                                                                                                   >>  Próximo >>

Publicidade



Biblia Online Isaías Capítulo 17
Isaías Capítulo 17

Características de:

Isaías Capítulo 17

  • Isaías: significa: "a salvação". A salvação das nações vem por meio de Jeová (Deus), através de seu julgamento, poder  e graça.
  • Escrito por: Profeta Isaías no período aproximado entre 745 - 684 a.C.
  • Personagens: Isaías, Rei Ezequias, Rei Acaz, Rei Ciro da Pérsia, Judá, Uzias e Jotão.
  • Local do Acontecimentos: Foi na terra de Judá, devido a data isto pode ter ocorrido antes ou próximo dos tempos do inicio do exílio babilônico.
  • Pontos Principais: Em todo o livro de Isaías ele deseja através de sua obediência a Deus, mostrar com clareza o pecado do povo de Judá e o quanto eles permanecem com seus corações duros e não querem reconhecer isso a fim de buscar uma vida melhor seguindo e ouvindo as promessas de Deus para as suas vidas.
  • Curiosidade: O livor de Isaías tem 66 capítulos assim como a bíblia tem no total 66 livros em sua composição. O livro de Isaías também pode ser divido em duas partes assim como a bíblia, sendo a primeira parte onde Deus fez a destruição de um povo pecador (arca de Noé) e em Isaías (exílio babilônico pelo pecado do povo), e na segunda parte a nossa salvação eterna através de Cristo Jesus com sua morte na cruz para nos livrar do pecado e em Isaías com a restauração do povo após exílio babilônico.

Em breve mais informações de Isaías capítulo 17:

Publicidade