Jó Capítulo 32

  1     2   3    4     5    6    7     8    9  10   11   12  13   14  15 

16  17   18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42

Jó Capítulo 32 - (Jó)

  1. Cessaram estes três homens de responder a Jó, porque era justo aos seus próprios olhos.
  2. Então se acendeu a ira de Eliú, filho de Baraquel buzita, da família de Rão; acendeu-se a sua ira contra Jó, porque se justificava a si mesmo e não a Deus.
  3. Também contra os seus três amigos se acendeu a sua ira, porque não tinham achado que responder, e contudo tinham condenado a Jó.
  4. Como eram mais velhos do que ele, Eliú tinha esperado até este momento para falar a Jó.
  5. Vendo Eliú que não havia resposta na boca destes três homens, acendeu-se-lhe a ira.
  6. Então respondeu Eliú, filho de Baraquel buzita: Eu sou de pouca idade, e vós sois muito velhos, Pelo que receei e não me atrevi a manifestar a minha opinião.
  7. Dizia eu: Falem os dias, E a multidão dos anos ensine a sabedoria.
  8. Há, porém, um espírito no homem, E o assopro do Todo-poderoso dá-lhe entendimento.
  9. Os de muitos anos não é que são sábios, Nem os velhos, que entendem o juízo.
  10. Portanto eu dizia: Ouvi-me; Também eu manifestarei a minha opinião.
  11. Eis que aguardei as vossas palavras, Escutei as vossas razões, Enquanto buscáveis que dizer.
  12. Eu vos dei toda a minha atenção, E não houve entre vós quem convencesse a Jó, Nem refutasse as suas palavras.
  13. Não digais: Nele achamos a sabedoria, Deus é que pode vencê-lo, não o homem!
  14. Ele não se dirigiu diretamente a mim, E eu não lhe responderei com as vossas razões.
  15. Estão pasmados, não respondem mais! Faltam-lhes palavras.
  16. Hei de eu esperar, porque eles não falam, Por que estão parados e não respondem mais?
  17. Eu também darei a minha resposta, Também manifestarei a minha opinião.
  18. Pois estou cheio de palavras, O espírito dentro de mim me constrange.
  19. Eis que o meu peito é como o mosto sem respiradouro, Como odres novos que estão para arrebentar.
  20. Falarei, para que eu ache alívio; Abrirei os meus lábios e responderei.
  21. Que não seja eu, pois, levado de respeitos humanos, Nem use de lisonja para com homem algum.
  22. Pois não sei usar de lisonja; Se assim fizesse, em breve me levaria o meu Criador.

<<Anterior  <<                                                                                                                   >>  Próximo >>

Publicidade



Biblia Online Jó Capítulo 32
Jó Capítulo 32

Características de:

Jó Capítulo 32

  • Jó: Pelo significado bíblico "Opresso". Recebeu misericórdia de Deus, por que se manteve firma na fé mesmo após muitos infortúnios.
  • Escrito por: O autor é desconhecido, porém tem estudos que indicam que Jó escreveu alguns capítulos deste livro assim como a um outro autor (Eliú) que possa ter escrito outros capítulos. Não é possível identificar o período exato em que Jó foi escrito mas podemos estimar que tenha sido entre 2010 - 1750 a.C.
  • Personagens: Jó, esposa, filhos de Jó, Elifaz, Zofar, Bilbalde e Eliú.
  • Local do Acontecimentos: Bem provável que tudo isto tenha acontecido na terra de Uz que  fica entre as regiões norte da Arábia e da Palestina.
  • Pontos Principais: o livro de Jó procura demonstrar o cuidado, a soberania e a vontade permissiva de Deus na vida de um ser humano, de maneira a provar a sua fé mesmo em momentos de bonança e também nas dificuldades e sofrimentos. Deus é justo e misericordioso e tem uma recompensa para cada um.
  • Curiosidade: Jó era um homem muito abençoado por Deus, possuía grandes riquezas, porém Deus deixa cair sobre ele várias desgraças uma após a outra, para que isso pudesse servir de exemplo para as próximas gerações e até mesmo ao próprio Satanás. Vale lembrar que depois de tudo isto passar, Deus restituiu tudo e em quantidade ainda maior de tudo o que Jó havia perdido ou possuía antes.

Em breve mais informações de Jó capítulo 32:

Publicidade