Salmos Capítulo 17

  1     2   3    4     5    6    7     8    9  10   11   12  13   14  15 

16  17   18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45 

46 47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60

61  62  63  64  65  66  67  68  69  70  71  72  73  74  75

76  77  78  79  80  81  82  83  84  85  86  87  88  89  90

91  92  93  94  95  96  97  98  99 100 101 102 103 104 105

106 107 108 109 110 111 112 113 114  115 116 117 118 119 120

121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135

136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150 

Salmos Capítulo 17 - (Sl)

  1. Ouve, Jeová, a justa causa; atende ao meu clamor: Dá ouvidos à minha oração, que não é proferida por lábios enganosos.
  2. Da tua presença saia a minha sentença; Os teus olhos vêem com eqüidade.
  3. Provas o meu coração; visitas-me de noite; Examinas-me, e nada achas; Determinado estou que não transgredirá a minha boca.
  4. Quanto às ações dos homens, pela palavra dos teus lábios Eu me tenho guardado dos caminhos do homem violento.
  5. Os meus passos apegaram-se às tuas veredas, Não resvalaram os meus pés.
  6. Eu te invoco, porque me responderás, ó Deus; Inclina a mim os teus ouvidos, e ouve as minhas palavras.
  7. Faze maravilhosas as tuas benignidades, ó tu que por tua destra salvas os que em ti se refugiam Daqueles que se levantam contra eles.
  8. Guarda-me como a menina dos olhos, Esconde-me debaixo da sombra das tuas asas.
  9. Dos iníquos que me despojam, Meus mortais inimigos que me cercam.
  10. Cerram o seu coração estulto: Com a sua boca falam arrogantemente.
  11. Andam-nos agora rodeando os nossos passos; Assestam os seus olhos para nos deitar por terra.
  12. Ele é semelhante ao leão que deseja prear, E ao leãozinho que espreita em lugares ocultos.
  13. Levanta-te, Jeová, Sai-lhe à frente, derruba-o: Livra do iníquo a minha vida pela tua espada:
  14. Sim, dos homens, Jeová, pela tua mão, Dos homens mundanos, cujo quinhão está nesta vida, E cujo ventre tu enches dos teus bens. Eles fartam-se de filhos, E o que sobra deixam por herança aos seus pequeninos.
  15. Quanto a mim, veja eu em retidão o teu rosto; Seja eu, quando acordar, satisfeito com a tua semelhança. palavras deste cântico no dia em que Jeová o livrou de todos os seus inimigos, e da mão de Saul; e disse:

<<Anterior  <<                                                                                                                   >>  Próximo >>

Publicidade



Biblia Online Salmos Capítulo 17
Salmos Capítulo 17

Características de:

Salmos Capítulo 17

  • Salmos: em Hebraico significa:"Louvores" que vem da palavra Tehillim, em Grego significa "Cânticos" que vem da palavra Psalmoi.
  • Escrito por: Salmos tem vários autores sendo os principais: Davi, Asafe, Salomão e os descendentes do Corá, isto no período aproximado entre 1440 - 580 a.C.
  • Personagens: Asafe, Davi, Salomão,os descendentes do Corá, Hemã, Etã, Moisés, e o povo de Israel.
  • Local do Acontecimentos: São vários registros de acontecimentos históricos em diversas regiões.
  • Pontos Principais: Salmos foi escrito por autores cheios do espírito santo e com total intimidade com Deus, e isso pode ser expresso através de suas orações e louvores a Deus nos momentos em que eles tiveram de: Fé, Amor, Medo, Ansiedade, Clamores, Busca de Cura Interior, Livramento e demais aspectos relacionados a vida humana.
  • Curiosidade: Segundo estudos realizados no livro dos Salmos é possível destacar que este livro é composto por cinco livros menores que juntos formaram o livro de Salmos (um com 41 capítulo, outro com 31, 17, 17 e 44 respectivamente). Dentre estes livros temos Davi com autor de  73 capítulos, Salomão 2, Asafe 12, Hemã 1, Etã 1, Moisés 1, os descendentes de Corá 9 e os outros 51 capítulos foram escritos por outros autores não identificados que viviam naquela época.

Em breve mais informações de Salmos capítulo 17:

Publicidade